Seu carregador deu bolinha?

postado em: Tecidos | 0

Quando compramos um carregador novo ele chega até nós em perfeito estado. Sem fios puxados, ou bolinhas. Talvez ainda necessite um pouco de doma ou já seja muito confortável, dependendo da composição do fio e da trama. Mas algumas pessoas veem toda essa perfeição ir embora depois de algumas lavagens ou até mesmo na primeira delas. Isso porque alguns carregadores parecem ter “alergia” à água e basta lavar para ficarem cheios de bolinhas! Essas bolinhas acabam com a maciez do carregador e podem ser incômodas, além de deixar a peça com cara de surrada e em casos mais grave comprometer a resistência do pano.

 

Mas porque será que essas bolinhas se formam em alguns panos?

Pilling é um defeito superficial do tecido causado pelo desgaste, e é considerado desagradável. Ocorre quando a lavagem e o uso do tecido faz com que as fibras soltas comecem a se afastar da superfície do pano e, ao longo do tempo, a abrasão faz com que as fibras se desenvolvam emaranhados (bolas), que se agarram à superfície do tecido por fibras salientes que não romperam.  Podem ocorrer durante o uso e lavagem do produto têxtil e, na maioria das vezes, são vistas em áreas onde a peça sofre mais fricção.

  • À medida que o tecido esfrega outro tecido;
  • À medida que o tecido esfrega contra um objeto;
  • À medida que fibras ou fios dentro do tecido esfregam um contra o outro quando o tecido se dobra, flexiona ou alonga;
  • Como poeira, grão ou outras partículas mantidas dentro do tecido esfregam contra fibras dentro do tecido.

Em muitos casos, dois ou mais desses tipos de abrasão ocorrem simultaneamente.

 

Como surgem as bolinhas?

Mais de um fator possibilita o aparecimento das indesejáveis bolinhas no pano, também chamadas de pilling (não confundir com pull ou nubs, que são imperfeições comuns de fabricação) .

pilling pode aparecer em função da composição do tecido, do tipo de fio, do acabamento e do uso:

Composição: quando maior a porcentagem de poliéster/fibra sintética presente no tecido, maior a possibilidade de fazer bolinha. O poliéster é o responsável por criar bolinhas nos panos e para que o seu não fique todo “empelotadinho” escolha um produto que possua menor concentração desse material ou então que não o contenha em sua composição. Todo tecido que possui elastano ou strech tem na composição fibras sintéticas. Algodão 100% (de boa qualidade), lavado corretamente, não dá bolinha!!!!!!!!

Tipo de fio: Um desses fatores que permite o surgimento das bolinhas, que nada mais são do que fios do tecido que se acumulam e se emaranham formando nós, é a baixa qualidade do produto ou o seu material. As bolinhas são características das fibras curtas. Já os fios penteados, por exemplo, têm menor tendência a formar bolinhas. Ou seja, quanto mais longo a fibra do fio, menor a probabilidade de aparecer bolinha, pois as fibras longas proporcionam durabilidade, maciez e conforto.

Uso: a fricção (atrito + calor) é o que provoca o aparecimento do pilling na maioria das vezes. Não só no momento que usamos a peça, mas também na hora de lavar, como sobrecarregar a máquina ou colocar tecidos de composições muito diferentes na mesma lavagem. Isso pode fazer com que haja quebra das fibras e apareça o pilling.

 

Como prevenir?

Comprando produtos de boa qualidade e tomando cuidado na hora da lavagem, porque é especialmente durante esse processo que elas surgirão. A mistura de tecidos diferentes e a sobrecarga da máquina de lavar vai fazer com que o atrito quebre as fibras do tecido, e assim, essas fibras se acumulam na forma de bolinhas.

Mas como posso cuidar do meu pano? Acesse o texto: Meu pano chegou!!! E agora?

 

Deixe uma resposta